Para aceder ao edifício é preciso distanciarmo-nos da estrada e atingir o ponto mais elevado do terreno. Um espaço livre desenhado por uma geométrica plantação de árvores destinadas a parque de estacionamento, anunciam a estalagem.

O edifício articula-se em dois corpos encastrados e emergentes do solo, respectivamente com um e três pisos. As áreas de serviço colocam-se no rés-do-chão e os quartos nos pisos superiores.

O rigor geométrico e a pureza dos volumes dá continuidade ao carácter formal da Capela, sem perder as referências à arquitectura popular local, referências que lemos através da modulação estrutural e da relação entre cheios e vazios.

Um rigoroso e essencial desenho despojada de pomposas e axiais simetrias caracteriza tanto a planta como os alçados.

yousoumirandes@gmail.com 2004 © Site: Autoria Raúl Silva
colaboração de Teresa Ferreira
e Rita Segundo