Constantim

 

   

Igreja de Constantim  / Igreja de Nossa Senhora da Assunção

Arquitectura religiosa, medieval, seiscentista / setecentista. Igreja paroquial medieval remodelada, de duas naves, com fachada de tipo torre escalonada, e alpendre lateral, particularidades que distinguem e caracterizam as igrejas Mirandesas.
Igreja de duas naves, uma delas de construção posterior. Retábulos de talha provavelmente do séc. 18.

   
   

Capela de Nossa Senhora das Dores

Capela de pequenas dimensões com referência ao mestre de obras em inscrição.
Arquitectura religiosa, barroca. Capela barroca de planta quadrada e abóbada de berço.

   
   

Capela da Santíssima Trindade

Uma faixa do pavimento da nave, do lado do Evangelho, é construída em xisto colocado ao alto, formando quadrados com linhas a convergir dos cantos para o centro. Representação da Santíssima Trindade ao centro do retábulo-mor.

Arquitectura religiosa maneirista. Capela maneirista de planta longitudinal com abóbada de berço em caixotões e frontispício terminado em frontão.

   
   

Conjunto formado pelas fontes de mergulho de Constantim

Inscrições com indicação do ano de restauro; cruz sobre fecho do arco da cobertura.
Grupo de imóveis. Arquitectura civil pública, contemporânea popular. Fontes de mergulho integradas no sistema de abastecimento público de água à povoação, de planta quadrangular, de cobertura abobadada e átrio rebaixado, com tanque exterior.
Idade Contemporânea - época provável de construção; 1908 - reparação da Fonte das Ortinas; construção da Fonte Nova.