Malhadas

 

   

Igreja Paroquial de Malhadas / Igreja de Nossa Senhora da Expectação

Séc. 13 - provável construção.

Igreja de fundação gótica, de que mantém a estrutura primitiva, o campanário, com vãos maneiristas e decoração interna barroca. O portal axial ostenta três arquivoltas, com impostas decoradas com motivos fitomórficos. Fachada principal marcada por sulco, onde se encostaria um alpendre, com solução semelhante à Igreja de Santa Maria de Azinhoso. Portal lateral direito protegido por alpendre. No interior, mantém três retábulos laterais, de estilo maneirista e dois novecentistas e a pia baptismal encontra-se junto ao portal axial, em plataforma elevada por um degrau e com taça gomeada, e o púlpito é circular, de guarda plena com marmoreados fingidos.

   
   

Capela de São Bartolomeu

Capela com alpendre aberto, formado por pano pétreo paralelo à fachada principal, unidas pela cobertura comum, este talvez de época posterior à construção da capela, com portal axial de volta perfeita, com aresta biselada decorada com esferas, gramática que também, surge nas impostas salientes. Mantém o pavimento lajeado e pia de água benta assente em pequena coluna. A existência de contrafortes de esbarro indicia a provável existência de cobertura em abóbada, talvez na capela-mor. Um enorme sacrário de dois andares, com profusa decoração de acantos, surge sobre o altar-mor, o qual, pelas suas dimensões, integraria uma estrutura retabular. Na capela-mor, surge um pequeno oratório no lado do Evangelho.

   
   

Cruzeiro de Malhadas

Localiza-se num afloramento granítico. Tem uma base tronco-piramidal que apresenta num dos lados vários elementos gravados. Assim, surge uma cruz latina de pontas patadas. Entre os seus braços surgem quatro circulares. A ladear este trabalho duas figuras, parecendo a da direita da cruz uma figura de touro. A coluna do cruzeiro é facetada, tendo numa destas o relevo de uma cruz grega. A cruz latina que remata o conjunto mostra o interior dos seus braços escavados.

Cruz e símbolos gravados na base tronco-piramidal

   
   

Cruzeiro e alminhas em Malhadas


Cruzeiro: plinto cúbico decorado por séries de molduras compostas, cruz de secção quadrada com pequenos chanfros na haste vertical, braços curtos de remate lanceolado com moldura. Na intercepção dos braços encontra-se inscrita uma cruz latina com grande base quadrada. Alminhas: Nicho de vão rectangular assente em estrutura de alvenaria ligada por argamassa. Sobre o nicho pedestal de planta rectangular com chanfro nas arestas superiores suportando cruz latina de secção rectangular e aspecto robusto. No braço vertical superior lê-se "N20". Outra inscrição ocupa os braços horizontais em duas linhas a todo o comprimento: "ESMOLA PARA / AS ALMAS". No interior do nicho, painel em madeira pintado figurando o arcanjo Miguel segurando a balança na mão direita, a seus pés, as "almas" entre chamas. Em baixo, inscrição pintada: "Ó MEU JESUS PERDOAI-NOS, LIVRAI-NOS / DAS PENAS DO INFERNO E ALIVIAI AS ALMAS / DO PURGATÓRIO, ESPECIALMENTE AS MAIS / ABANDONADAS. / AS ESMOLAS AQUI [...]". Na pedra de base, ao centro, entalhe e rebaixo para a caixa de esmolas. Na face frontal, sob o nicho a data: "1765".

   

Touro de Malhadas 

Localização:

Exhumado de una curtinha situada no centro da aldeia, há mais de dois séculos, onde também foram identificados restos de uma sepultura. Foi colocado no telhado próximo, perto da Igreja, do átrio, olhando para poente, podemos ver a sua silhueta.
   
Espécie representada: Touro
   
Descrição: Trata-se de um exemplar tão bem executado pelo artista que antecipa em vinte séculos os melhores exemplares de pura raça Mirandesa. Em muito bom estado de conservação. Espécimen cujos órgãos sexuais, tal como o rabo dobrado em espiral sobre a nalga esquerda, foram magistralmente esculpidos pelo cinzel do artista.
   
Visitável: Sim