Picote

 

Eremitério Os Santos

Implantado em plataforma de encosta de pendor acentuado, sobranceiro às arribas do rio Douro, coberta com oliveiras e vegetação rasteira, no limite das freguesias de Sendim e Picote. A cerca de 700 m. a SO. e com uma diferença de cota de cerca de 200 m., localiza-se a ruína de uma pequena capela, de planta rectangular, sem divisões internas, com fachada principal marcada axialmente por ombreira que define a primitiva entrada principal, tendo adossado, a E., três compartimentos, igualmente de planta rectangular. Os paramentos interiores e exteriores apresentam vestígios de rebocos, registando-se um fragmento com vestígios de pintura no interior.

   
   

Picões do Diabo

Cronologia:

Idade do Ferro

   
Localização: Picões do Diabo
   
Acesso:  Acesso por um caminho pedonal, que sai de Picote para sudoeste, em direcção ao Douro
   
Descrição: Povoado fortificado de reduzidas dimensões, dispondo somente de um lance de muralha que fechava o istmo de acesso.
   
Estado de conservação: Bom
   
Visitável: Sim
   
   

Cigaduenha 

 Cronologia: Final da Idade do Bronze - Idade do Ferro

 

Localização: Tetinas. Sobre a margem mais pronunciada do rio Douro
Acesso:  Acesso pela estrada da barragem. Um pouco mais à frente de Picote, vira-se à esquerda em direcção a este, tomando o caminho rural que conduz directamente ao castro.
Descrição: Situa-se a 680 m de altitude, numa plataforma de  impressionante verticalidade sobre o rio Douro, que constitui a muralha inexpugnável do povoado pelos seus lados este e sul. Com uma área aproximada de 10 ha, a muralha corre desde o norte, donde se abria a porta principal, para poente. A defesa completava-se com um campo de pedras cravadas que reforçavam a segurança do castro no seu lado mais vulnerável, estrutura referida na bibliografia do séc. XVIII. A falta de escavações arqueológicas não permite conhecer a estrutura interna do povoado.
Estado de conservação: Bom
Visitável: Sim
   
   

Verrasco de Picote

Localização:

Exposto na rua principal da aldeia
   
Espécie representada: Possivelmente um Javali
   
Descrição: Escultura em bom estado de conservação, á excepção da cabeça
   
Visitável: Sim