Freguesia de Cicouro

 

Património:

Igreja matriz, capela, alguns cruzeiros e exemplares de arquitectura de feição popular. Referência para curiosas figuras talhadas na pedra nas ombreiras de algumas portas. Do património Arqueológico destaque para os vestígios notáveis de uma antiga via romana existentes nas proximidades do aglomerado. 

Área: 1.451 ha Residentes: 105 Famílias: 47
Alojamentos: 88 Edifícios: 88  
 

Origem do nome Cicouro - Segundo o Dr. Leite de Vasconcelos o étimo não é claro. Talvez do latim cichorium, com -o- longo, admitindo a existência de uma outra forma como cicchorium com -o- breve. O Abade de Baçal, citando o seu colega Pedro A. Ferreira, escreve que a origem «pode vir de Sequeiro ou Siqueiro, terra seca, terra de escadal ou scaldal, como se diz em terras bragançanas, que sem violência pode dar Sequeiro ou Secouro, visto as formas ei e ou muitas vezes se confundirem. Cf. apeadeiro ou apeadouro, picadeiro e picadouro». Em terras de Miranda dizemos scadal.

 
Fonte: Instituto Nacional de Estatística