Freguesia de Palaçoulo

 

Escudo de ouro, duas lisonjas de negro alinhadas em faixa, entre gavela de espigas de centeio de verde, atada de vermelho, em chefe e dois paulitos de azul, cada um atado de vermelho, passados em aspa, em ponta. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro: “ DUAS IGREJAS - MIRANDA DO DOURO “.

Património:

Palaçoulo:
Igreja matriz, capelas de S. Sebastião e da Srª do Carrasco. Vários exemplares de arquitectura de feição popular. Vestígios de um castro talvez romanizado - "Penhal Castro" e vestígios de um povoado romano, o "Toural".

Prado Gatão:
Destacam-se a Igreja e as capelas de Stº Cristo e de Stª Bárbara.

 

Área: 4.044 ha

Residentes: 678 Famílias: 250
Alojamentos: 383 Edifícios: 381  
 Anexa: Prado Gatão
 

Origem do nome Prado Gatão - Diz-nos o Dr. Leite de Vasconcelos que a povoação deveria ter sido uma propriedade ou villa de um indivíduo chamado Gatão, nome próprio que se encontra em documentos medievais. Prado vem do latim pratu.

 
Fonte: Instituto Nacional de Estatística