Trabalhos em madeira, verga e ferro forjado

Os trabalhos são feitos por artesãos, fazendo-se miniaturas de arados, rocas, carros de bois e outros objectos tradicionais da zona.

Cutelarias

“Facas de Palaçoulo” - facas maravilhosas, em vários formatos para uso culinário. Para além de que um Transmontano típico traz sempre este acessório como se mais uma peça de roupa se tratasse.

Colchas e tapetes em lã e linho

Através dos tempos as mulheres aprenderam a transformar a lã dos rebanhos em cobertores, meias, capuchas e tapetes. As suas mãos experientes, teciam, bordavam e moldavam cestos e chapéus de palha e vime. Aos homens estiveram sempre reservadas as tarefas mais duras, as matérias mais rudes. A latoaria, a olaria, a tanoaria, a correaria, a tamancaria ocupavam as horas e os dias do homem do Douro ao mesmo tempo pastor e agricultor. Nas aldeias e vilas, as casas, as pontes, as calçadas são feitas de granito e xisto moldado por gerações de habitantes que perpetuaram na história os seus saberes e artes.

Capa de Honras

Feita de burel, ricamente bordada, com capuz e uma espécie de pala nas costas, claramente inspirada na liturgia capa de asperges gótica, e que é envergada por homens importantes.

 

yousoumirandes@gmail.com 2004 © Site: Autoria Raúl Silva
colaboração de Teresa Ferreira
e Rita Segundo