Adeus a Miranda

 

Hei-de rodear a Miranda

Com bara e meia de fita,

Á porta do meu amór

Hei-de pôr a mais bonita.

 

Adeus, adeus, ó Miranda

Adeus ó adro da Sé

Adeus, ó Paço do Bispo

Terreiro de São José.

 

Adeus, adeus, ó Miranda,

As costas te bou virando

Minha boca se bai rindo

Meu coração bai tchorando.

Cancioneiro Tradicional Mirandês de Serrano Baptista
yousoumirandes@gmail.com 2004 © Site: Autoria Raúl Silva
colaboração de Teresa Ferreira
e Rita Segundo