Raça Mirandesa

A raça bovina mirandesa é a mais notável de Portugal pelas suas aptidões de trabalho, de engorda e de reprodução, e ainda por ser a que apresenta exemplares mais finos, elegantes e bem proporcionados em todos os seus membros. O boi mirandês de raça fina deve ter segundo se diz na região:
três pequenos - cabeça, testa e agulha;
três grandes - meleneira, pelindrengues e estriga de rabo;
três curtos - focinho, pescoço e perna;
três largos - tromba, nuca e «nalgas»;
e três direitos - espinhaço, cana do nariz e perna.

Burro mirandês

 

O burro mirandês é uma raça com características singulares que se encontra em vias de extinção, restam apenas cerca de mil exemplares. Isto levou a que a União Europeia (UE) a considere “raça protegida”.

Actualmente está a ser utilizado na terapia de crianças com problemas especiais. A experiência desenvolvida numa aldeia de Miranda do Douro começa a dar frutos, principalmente no que toca à relação dos mais novos com o exterior.

As características do Burro de Miranda são em resumo:

  • Altura elevada superando os 1,35 cm ao garrote;

  • Extremidades do corpo muito grande, com cabeça volumosa, orelhas grandes e fortes, cascos amplos e uma cauda longa;

  • Pelagem castanha escura, com gradações mais claras nos costados e face interior do tronco, branca no focinho e contorno dos olhos;

  • Pêlo abundante, comprido e grosso, aumentando em extensão e abundância nos custados, face, orelhas e extremidades dos membros. Crinas abundantes.

  • Carácter tranquilo, dócil e de grande força de tracção.

yousoumirandes@gmail.com 2004 © Site: Autoria Raúl Silva
colaboração de Teresa Ferreira
e Rita Segundo